Sinusite crônica saiba tudo sobre a doença

Quando as pessoas afirmam ter sinusite dificilmente elas especificam qual tipo de sinusite ela possui. A sinusite crônica é um dos tipos de sinusite, e, entre eles, é a que mais oferece risco ao indivíduo.

Podemos caracterizar como sinusite crônica quando os sintomas da doença permanecem por mais de 12 semanas seguidas. Devido ao tempo em que os sintomas vêm incomodando ao paciente, isso pode fazer com que ele fique bastante debilitado.

Talvez você tenha acabado de descobrir que sofre de sinusite crônica, ou talvez você nunca tenha ouvido falar, mas de qualquer forma, é importante saber do que se trata, quais são os riscos e como realizar o tratamento.

Sinusite

O que é Sinusite crônica?

A sinusite em si é uma doença infecciosa que afeta os seios paranasais, também chamados de seios da face. Devido à acumulação de secreção nos seios da face, o local fica mais tendente a proliferação de vírus, germes e bactérias, e que por fim acabam infeccionando o indivíduo causando a sinusite.

Após ser contaminado, a pessoa passa a sentir os sintomas da sinusite quase que instantaneamente.

A sinusite crônica é quando esses mesmos sintomas perduram por mais de 12 semanas consecutivas, que é o que justamente lhe difere da sinusite aguda. Ambas podem surgir da mesma causa, possuir os mesmos sistemas, porém a duração dos mesmos é diferente.

A sinusite aguda apresenta os sintomas por menos de 12 semanas e a crônica estão presentes por mais de 12 semanas.

Sinusite aguda pode se tornar uma sinusite crônica?

Uma sinusite aguda pode virar uma sinusite crônica devido ao uso incorreto de remédios para sinusite, seja pelo fato do próprio paciente se automedicar sem uma orientação médica, ou ele esquecer de tomar o medicamento.

Além disso, se o indivíduo não evitar lugares úmidos, enfumaçados e empoeirados, isso pode fazer com que os germes e bactérias fiquem ainda mais resistentes, dificultando o tratamento.

Causas da sinusite crônica

A sinusite crônica é provocada pelo acúmulo de secreção nos seios da face que facilitam a reprodução de germes e bactérias. Normalmente, esse acúmulo de secreção está ligado a gripes e resfriados mal curados, em que a pessoa não conseguiu se livrar totalmente daquela secreção, ou inclusive por condições climáticas, como queda brusca de temperatura.

Esse tipo de sinusite também pode ser causado por fatores alérgicos, quando o indivíduo tem contato direto com agentes químicos, ou outras substâncias ao qual ele seja alérgico, como fumaça, cheiros fortes, poeira e outros. Em casos raros, a causa da sinusite crônica pode ser também um desvio de septo nasal.

Tratamento

Antes de se auto medicar, é importante que o indivíduo busque orientação médica. Afinal, nesses casos, a doença já se encontra em estado avançado, e requer cuidados específicos que apenas um médico especialista pode recomendar.

Geralmente, o médico acaba receitando esteroides e antibióticos, além de lavagem nasal, que pode ser realizada com soro fisiológico ou com algum descongestionante nasal.

É possível tratar a sinusite crônica com o uso de remédios caseiros para sinusite, eles são eficazes e não provocam efeitos colaterais como geralmente acontece com o tratamento com medicamentos convencionais.


 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.